Precificação: o que é e como calcular - Menezes Assessoria Consultoria Contábil e Tributária

Precificação: o que é e como calcular

  • setembro 9, 2020

Saber como fazer a melhor precificação de produtos ou serviços é um desafio que, se bem realizado, pode alavancar sua empresa e aumentar os faturamentos. É importante ressaltar que entender mais sobre o preço é extremamente necessário para quem deseja empreender com mais sucesso, e isso envolve uma ampla variedade de aprendizados sobre marketing, fornecedores, mercado e outros.

Pela sua importância, muitos empreendedores costumam ficar sem saber quais preços escolher e como calcular o valor ideal. Então, pensando nisso, resolvemos falar mais sobre esse assunto para ajudar você a precificar de forma mais prática e gerar mais lucratividade para a sua empresa. Vamos lá!

O que é precificação?

A precificação nada mais é do que o ato de definir um valor financeiro para produtos ou serviços, levando em consideração os objetivos da empresa, os valores da marca e o alcance dos resultados almejados.

Nesse momento também é importante ter um conhecimento mais aprofundado sobre as personas da sua empresa. O que vai estar mais de acordo com elas: um preço menor e mais acessível ou um serviço com valor agregado e marca reconhecida no mercado?

Normalmente, o preço é pensado de uma forma que cubra os custos e as despesas, a fim de gerar lucro, mas outros fatores também podem ser levados em conta. 

Colocar um preço de acordo com o valor que seu serviço representa, dar descontos, ajustar à condição financeira do público, pensar nos possíveis impostos ou se manter mais competitivo no mercado? Essas são algumas dúvidas que podem permear o momento de definir a precificação de seus produtos ou serviços. Afinal, como acertar nessa decisão? 

Vale ressaltar que qualquer centavo já pode alterar diversos fatores em um preço. Confira, a seguir, alguns fatores que podem ser influenciados pela escolha do preço:

  • imagem da marca;
  • experiência satisfatória;
  • crescimento nas vendas;
  • retenção e atração de clientes;
  • identificação com o público;
  • aumento de lucros;
  • geração de competitividade;
  • diminuição de despesas.

Para conseguir precificar de forma mais segura e assertiva, é essencial seguir alguns passos. Confira os principais deles nos próximos tópicos!

 

1.Conheça todos os custos fixos

A primeira etapa a ser realizada em busca do preço ideal é calcular todos os custos e as despesas fixas da sua empresa. Então é recomendável somar o custo de aluguel do espaço, as contas de água e energia, o salário dos colaboradores e outros mais.

É importante pensar em todos os valores gastos mensalmente para ter uma noção melhor do número de vendas que precisa ser feito para cobrir esse isso e evitar multas ou prejuízos.

2.Saiba qual é o ponto de equilíbrio contábil da sua empresa

O 2º passo é descobrir qual é o ponto de equilíbrio da sua organização. O ponto de equilíbrio, também conhecido como zero a zero, significa que sua empresa ainda não tem lucros, mas também indica que não há quaisquer valores negativos. 

Encontrar o ponto de equilíbrio da sua empresa serve como uma referência para você analisar quantas transações precisam ser feitas, o que você pode fazer para não sair no prejuízo e cobrir a soma de todos os custos, a fim de ter mais segurança para aumentar as vendas e os lucros.

3.Invista na organização financeira do seu negócio

Um ponto que não pode passar despercebido, seja em momentos de sucesso de vendas ou em períodos de crise econômica, é a gestão financeira da sua empresa. 

Investir em um bom controle dos recursos financeiros para o seu negócio é a escolha perfeita alavancar a taxa de lucratividade, aumentar o valor do seu patrimônio, gerar mais competitividade no mercado, evitar riscos econômicos, garantir a segurança de um desenvolvimento crescente e manter a tão sonhada estabilidade financeira em dia.

4.Faça pesquisas mercadológicas

Entender mais sobre o mercado, avaliar a situação econômica do país ou da região da sua empresa, analisar o comportamento do consumidor, identificar as tendências e estudar o que a concorrência tem feito também pode ajudar você a precificar seus serviços.

Isso não quer dizer que você deva competir com o mercado, colocando o preço de acordo com o que tem sido praticado. Entretanto, isso ajuda você a ter uma base melhor para garantir valores compatíveis, enxergar novas possibilidades e manter o crescimento de suas vendas.

5.Invista em estratégias de precificação

Após entender mais sobre os custos fixos, o público da sua empresa, o mercado e o cenário econômico, você pode pensar em formas alternativas para estabelecer a precificação e aumentar suas vendas.

Uma das estratégias, por exemplo, é iniciar sua empresa com um preço de entrada para oferecer seus serviços ou produtos, conquistar mais confiança, adquirir reconhecimento e, ao longo do tempo, ir aumentando os preços, de acordo com as metas e o posicionamento da sua marca.

6.Fortaleça sua presença online

Ter presença online também pode ajudar você a descobrir alguns fatores citados anteriormente, manter um melhor relacionamento com seus clientes e ampliar a análise de dados sobre os produtos ou serviços que você oferece, além de facilitar as pesquisas a respeito dos concorrentes diretos ou indiretos da sua empresa.

Ter um site, por exemplo, e investir em um sistema de gestão, permite que você tenha acesso a relatórios de dados altamente precisos sobre o comportamento dos consumidores, as necessidades e preferências delescontribuindo para que você analise a precificação e garanta insights para realizar estratégias e planejamentos mais assertivos.

7.Defina indicadores

Como é possível perceber, a precificação depende de uma série de fatores, que podem ser subjetivos e facilmente alterados ao longo do tempo. Portanto, utilizar fórmulas feitas nem sempre é a melhor solução para o seu negócio. É de extrema importância definir indicadores (KPIs) e acompanhá-los com frequência para evitar falhas ou possíveis prejuízos em sua empresa.

Essa é uma das formas mais viáveis de acompanhar as mudanças do cenário mercadológico e econômico, visando o contínuo crescimento e mantendo a rentabilidade da sua empresa com uma precificação mais assertiva.

Esperamos que este conteúdo tenha ajudado você a ampliar sua visão sobre a importância da precificação. Para conferir mais posts sobre empreendedorismo, gestão de negócios, finanças e contabilidade, é só continuar acompanhando o nosso blog e seguir nossas redes sociais:  FacebookLinkedin e Instagram.